wasaki@wasaki.com.br +55 41 3082 8484
Quais são os componentes do AMV (Aparelho de Mudança de Via)? - Wasaki Engenharia
 

Quais são os componentes do AMV (Aparelho de Mudança de Via)?

As ferrovias, assim como qualquer outro tipo de obra em engenharia, necessitam de adaptações e soluções para os mais diversos tipos de problemas e situações que podem ocorrer no dia a dia. Um exemplo disso, no caso das ferrovias, é o chamado Aparelho de Mudança de Via, ou simplesmente AMV. Esse acessório nada mais é do que aquele famoso desvio instalado nos trilhos, que permite ao trem mudar de uma determinada linha para outra.

O AMV é extremamente importante para a logística de uma ferrovia, pois a manobra de desvio dos trilhos pode ser fundamental em várias situações. Pode haver a necessidade de alteração de trilhos para que o trem possa mudar para uma rota natural e que vai economizar tempo na viagem, por exemplo. Além disso, em casos de acidentes esse desvio será indispensável para evitar o congestionamento. Sendo avisado com antecedência, o responsável pelo trem pode desviar o caminho para evitar aquele no qual existe uma locomotiva parada.

A construção desse tipo de acessório em uma ferrovia não é algo tão simples, pois requer uma série de cálculos para que a solução seja adequada. A manobra de desvio de um trem de um trilho para outro não é algo tão simples como manobras de um automóvel no dia a dia, por exemplo. Se os cálculos não forem precisos é possível que ocorram acidentes como a saída dos trilhos por parte do trem.

Quais os tipos de AMV?

Três são os tipos de AMV que podem ser usados e a escolha do acessório irá variar de acordo com a dificuldade da logística envolvida. Abaixo seguem destacadas as formas de controle:

  • Controle manual: é o mais simples. As agulhas responsáveis por mover as peças de transferência dos trilhos são acionadas manualmente através de uma trava.

  • Controle via mola: o mecanismo de troca dos trilhos é feito através de uma mola que retorna à posição de origem após a manobra.

  • Controle via circuito elétrico: todo o controle será automatizado via comandos elétricos e aparelhos eletrônicos.

Componentes do AMV e suas respectivas funções

Um dos componentes mais importantes é o jacaré – a interseção entre dois trilhos que vão participar da manobra. Como essa é uma junção entre os trilhos internos da via principal com o desvio propriamente dito, então é função do jacaré oferecer o caminho tanto para que a locomotiva mude do trilho principal para o desvio como um caminho para a operação contrária. Ele pode ser móvel ou fixo.

Outro importante componente da AMV é o chamado contratrilho. Sua importância está diretamente associada ao papel desse componente: o contratrilho é instalado na lateral interna da ferrovia, sendo assim, ele oferece uma espécie de caminho guia para as rodas do trem de forma que as rodas opostas possam fazer a manobra no jacaré sem que o trem saia dos trilhos.

As agulhas, por sua vez, são os componentes da AMV que fazem com que os trilhos possam se mover. Dessa forma, pode-se dizer que a função desse componente é fazer a movimentação das agulhas no momento em que é preciso iniciar uma operação de desvio.

As lanças são os componentes que formam a parte móvel da composição. É função das lanças permitir a troca de direção dos trilhos para que o desvio seja concluído.

Sem o AMV, o processo de desvio dos trilhos não seria possível e isso representaria um grande problema para o transporte ferroviário, levando em conta a necessidade natural de efetuar desvios na ferrovia.

Wasaki Engenharia

Equipe de profissionais multidisciplinar, processos bem pensados e executados e soluções com preocupação com a questão da sustentabilidade são alguns dos diferenciais da Wasaki Engenharia.

A empresa atua nas áreas de Infraestrutura e Ferroviária e Rodoviária, Superestrutura Rodoviária, Superestrutura Ferroviária, além de soluções em Engenharia.

Para mais detalhes, basta acessar aqui.