wasaki@wasaki.com.br +55 41 3082 8484
Sistemas e conceito de drenagem profunda: objetivo e dispositivos - Wasaki Engenharia
 

Sistemas e conceito de drenagem profunda: objetivo e dispositivos

A versatilidade dos diferentes destinos que o uso da drenagem pode beneficiar torna esse sistema essencial para a construção civil.

Com vestígios de sua usabilidade desde o Império Romano, o conjunto de drenos permite que rodovias resistam às intempéries, escoando e destinando a água para o local correto. O conceito de drenagem profunda envolve a retirada do excesso de água que está abaixo da superfície do solo.

Dentre suas vantagens estão a alta eficiência do processo, o escoamento de forma rápida, os baixos custos com manutenção e o rebaixamento do lençol freático que é realizado.

Sistemas de drenagem profunda

Também conhecido como sistema de drenagem subterrânea, o sistema de drenagem profunda é composto por elementos como os tubos, que coletam a água e garantem que siga para o destino correto; materiais filtrantes, que garantem que água filtrada não ocasione colmatação do dreno; e material drenante, que conforme capta a água também tem ação de condução.

Inicialmente, a drenagem nessa modalidade era realizada a partir de tubos porosos que, rodeados por brita e uma manta geotêxtil, absorviam o líquido e iniciavam o processo de filtragem. A partir de pesquisas mais avançadas, essa metodologia foi trocada pela ação de geocompostos drenantes mais tecnológicos, que fazem a ação da brita e da manta geotêxtil em um único material.

Captação da água

A principal finalidade da drenagem profunda está na intercepção das correntes de águas subterrâneas e elevação do lençol freático, de modo a captar e guiar o fluxo da água, garantindo que as camadas do pavimento tenham maior vida útil e impedindo a degradação por ação da umidade.

Dispositivos presentes

Todo sistema de drenagem apresenta um conjunto de dispositivos alinhados com o objetivo de desviar a água. No caso da drenagem profunda, o sistema é formado pelo colchão drenante, valas laterais e drenos dos tipos profundos, espinha de peixe, verticais de areia ou sub-horizontais. Sobre as funções de cada elemento:

  • Colchão drenante: tem como principal ação a retirada da água infiltrada da pista de rolamento. É constituído por material granular, com tamanho das partículas adequado para drenagem, que compõem a camada abaixo do revestimento (que pode ser asfáltico ou de concreto).
  • Valas laterais: construídas para permitir o fluxo de água desviada. Estão presentes entre a borda do acostamento e o talude (terreno em declive).
  • Drenos profundos: são responsáveis por deter a água subterrânea pelo rebaixamento do lençol freático. Com relação aos tipos existentes, o modelo em espinha de peixe usualmente é colocado em série e é recomendado para abranger grandes áreas. No caso do tipo vertical, é utilizado para vias rodoviárias com aterros em depósitos moles. Por fim, o dreno sub-horizontal atua como dispositivo de segurança, para prevenção e correção de escorregamentos advindos da elevação dos lençóis freáticos.

Onde aplicar a drenagem profunda

A versatilidade no uso da drenagem profunda permite que sua utilização agregue na construção de diferentes modalidades. Em ferrovias e rodovias seu uso nas laterais é primordial, sendo que o sistema normalmente é aplicado em áreas de corte ou em zonas de baixada onde exista formação e ascensão do lençol freático. Outra função para a drenagem subterrânea é em trechos agrícolas, onde a água drenada pode ser utilizada para sistema de irrigação. Além disso, garante maior estabilidade para a base de edificações como áreas residenciais, parques industriais e aeroportos.

Wasaki Engenharia

Para projetos de infraestrutura e superestrutura, contar com uma equipe multidisciplinar e focada faz toda a diferença no resultado esperado.

A Wasaki Engenharia possui mais de 10 anos de atuação na construção civil, segmentos rodoviários e ferroviários, além de outras soluções em engenharia.

Confira aqui o portfólio completo e as principais obras que a Wasaki Engenharia está presente.