wasaki@wasaki.com.br +55 41 3082 8484
Quando usar o concreto reforçado com fibras de aço? - Wasaki Engenharia
 

Quando usar o concreto reforçado com fibras de aço?

A adição de fibras para melhorar os materiais aplicados em construção remonta aos princípios da humanidade que utilizavam feno ou tecido, por exemplo, combinados ao barro, nas civilizações mais antigas.

Mas o CRF – Concreto Reforçado com Fibras – só foi mencionado pela primeira vez em 1847, pelo famoso Joseph Louis Lambot, para melhorar as propriedades do concreto tradicional e assim garantir obras mais eficientes e resistentes.

Muitas vezes, as fibras são adicionadas ao cimento, líquidos e agregados, diretamente na própria betoneira, eliminando a necessidade de montagem das armaduras para aplicação ao concreto. Sua principal característica é permitir que milhares de fibras, distribuídas tridimensionalmente e cruzadas, causem um efeito de rede de ligação interna, combinando-se ao concreto para torná-lo melhor em diversos aspectos.

VANTAGENS / BENEFÍCIOS

Dentre os benefícios do CRF, podem ser destacados:

  • Aumento na velocidade da obra
  • Redução do espaço necessário à preparação e aplicação do concreto
  • Aumento da tenacidade (capacidade de absorção de energia)
  • Melhoria na resistência à Fadiga e ao impacto
  • Maior controle da fissuração
  • Melhoria na ductilidade (grau de deformação até a ruptura)
  • Aumento na resistência à tração (quantidade máxima de tensão que um material suporta antes da falha ou ruptura)
  • Aumento na resistência à flexão (força necessária para quebrar um material)
  • Excelente comportamento à fluência (deformação permanente que ocorre em materiais submetidos a cargas e tensões constantes)
  • Maior resistência ao fogo
  • Redução na trabalhabilidade (facilidade e homogeneidade com que pode ser preparado e aplicado)

DESVANTAGENS

As desvantagens no uso de Fibras no Concreto estão mais relacionadas ao seu mal uso, do que a defeitos no material e método em si:

  • Ferrugem – resultante de material ruim
  • Mistura inadequada – causando uma dispersão desigual das fibras no concreto
  • Quantidade (peso) – tamanho ou espessura mal calculados
  • Combinação de fibras erradas para uma obra específica
  • Adição de cimento ou outros materiais de baixa qualidade

APLICAÇÕES

O CRF pode ser utilizado, com diferentes materiais, preparos e combinações, em praticamente qualquer tipo de obra que utilize concreto, mas principalmente em:

  • Fachadas e Edificações
  • Túneis
  • Pontes
  • Pisos Industriais ou logísticos
  • Lajes de concreto
  • Tubos de concreto
  • Pavimentos portuários
  • Hangares e pátios de aeroportos
  • Canais
  • Capas de compressão
  • Aduelas para túneis
  • Outros

TIPOS DE FIBRAS QUE PODEM SER UTILIZADAS OU COMBINADAS AO AÇO

Além do aço, que é o material mais usado no Brasil e no mundo, podem ser adicionados ao concreto, combinados ou não, diversos tipos de fibras, com diferentes características e resultados:

  • Polímeros em geral
  • Vidro
  • Carbono
  • Aramida
  • Sisal
  • Vegetais

O fundamental no uso de fibras é que todos os cálculos e aspectos de engenharia sejam completa e corretamente observados e previamente testados para cada tipo específico de aplicação ou obra.

REGULAMENTAÇÃO DO CRF

Internacionalmente, o CRF é regulamentado por meio da Norma ISO 13.270 – que avalia o desempenho do compósito como um todo (fibra de aço + concreto).

No Brasil, segundo a IBRACON, devem ser observadas as seguintes normas:

  • ABNT NBR 15530 – requisitos e métodos de ensaio de fibras de aço para concreto
  • ABNT NBR 14.931 – execução de estruturas de concreto
  • ABNT NBR 16.935 – projeto de estruturas de concreto reforçado com fibras
  • ABNT NBR 16.938 – controle da qualidade do concreto reforçado com fibras
  • ABNT NBR 16.939 e a ABNT NBR 16.940 – procedimentos de ensaio
  • ABNT NBR 16.941 – requisitos e métodos de ensaio de fibras de vidro
  • ABNT NBR 16.942 – requisitos e métodos de ensaio de fibras poliméricas

ONDE OBTER MAIS INFORMAÇÕES SOBRE CRF

No Brasil, uma das empresas de engenharia especializadas em Obras Especiais é a Wasaki Engenharia, que conta com um corpo técnico altamente especializado atuando em diversos segmentos, como infraestrutura e superestrutura rodoviária e ferroviária.

Para saber mais, clique aqui.