wasaki@wasaki.com.br +55 41 3082 8484
Qual o papel do transporte rodoviário no Brasil? - Wasaki Engenharia
 

Qual o papel do transporte rodoviário no Brasil?

O transporte rodoviário no Brasil é um setor estratégico da logística brasileira, pois é por meio desse modal que, aproximadamente, 70% de todas as cargas que circulam no país são transportadas. Mais da metade das cargas que são transportadas entre estados brasileiros, seja para distribuição interna, importação ou exportação, passa pelo transporte rodoviário.

É importante destacar que é por meio desse modal que são transportados todos os tipos de cargas, desde os combustíveis para diversos postos em todo o Brasil, até o abastecimento de proteínas e alimentos em geral.

O comércio e o varejo nacional também dependem fortemente das rodovias brasileiras, assim como o setor de serviços. Em resumo, qualquer setor da economia brasileira tem uma dependência da malha rodoviária brasileira, seja direta ou indiretamente.

Um dos motivos que fazem do transporte rodoviário tão importante nos dias de hoje em relação às demais alternativas é o fato de que esse modal sempre foi o preferido pelos governos. Desde o início da República adotou-se o modal rodoviário como aquele capaz de abastecer o país com mais facilidade. Por isso, não é difícil encontrar grandes obras de estradas ligando vários estados brasileiros em diferentes governos com distintos espectros políticos. Durante grande parte do século passado, o investimento nas rodovias brasileiras foi considerado uma política de Estado.

O modal de transporte mais importante do Brasil possui mais de 1,7 milhão de quilômetros de estradas ao longo de todo o país. Isso significa que o Brasil é o quarto país do mundo em quantidade de malha rodoviária. Por outro lado, o setor carece de investimentos e ainda existem alguns problemas que devem ser solucionados para aprimorar esse modal. Apenas 13% de toda essa extensão de estradas está devidamente pavimentada.

Um pouco de história

Assim como em todo o mundo, o rodoviarismo ganhou mais notoriedade a partir dos anos 50 quando foi impulsionado pela expansão da indústria automobilística mundial. Com o preço do combustível e derivados do petróleo muito acessível, era muito mais em conta optar pelo transporte via modal rodoviário. No Brasil não foi diferente. No governo de Juscelino Kubitschek foi implantada a indústria automobilística brasileira. O governo deu início ao processo de aceleração da construção de novas rodovias federais e os investimentos nessa área passaram a ser quase que uma exclusividade na área de transportes.

Na década de 70 também foi registrado um movimento importante para o modal rodoviário brasileiro: criou-se o Plano Integração Nacional (PIN) que tinha como principal objetivo a implantação de grandes rodovias ao longo do país para interligar os estados e também peça-chave nos governos militares para ocupação do Centro-Oeste. Grandes rodovias brasileiras como a Perimetral Norte, Cuiabá-Santarém, Transamazônica e Cuiabá-Porto Velho são alguns dos exemplos das grandes obras iniciadas pelo PIN.

No entanto, algumas mudanças políticas influenciaram diretamente o transporte rodoviário brasileiro e isso faz com que muitas obras ainda estejam inacabadas. A crise do petróleo ainda em 1970 – que aumentou o preço dos combustíveis e elevou o custo desse transporte – além do fim do Fundo Rodoviário Nacional em 1988 são importantes marcos que resultaram no declínio dos investimentos nas rodovias brasileiras.

Apesar disso, processos de melhoria foram implantados após a privatização do sistema nos anos 90. Com isso, o governo concedeu algumas estradas para que a iniciativa privada fizesse a administração. As empresas promovem melhorias e arrecadam via pedágio nesse sistema.

Atualmente, a tendência é que o governo priorize a parceria público-privada ao longo da década que se inicia para trazer uma nova gama de investimentos para o setor.

Wasaki Engenharia

Com mais de 10 anos de experiência no mercado, a Wasaki Engenharia é uma referência em soluções nas áreas de engenharia; infraestrutura ferroviária e rodoviária; superestrutura rodoviária; superestrutura ferroviária; além de atuar no setor imobiliário com o desenvolvimento de sobrados, casas populares e edifícios.

Diversidade de segmentos de atuação, qualidade nos serviços prestados, profissionais capacitados e preocupação com a questão da sustentabilidade são alguns dos diferenciais da Wasaki Engenharia.

Saiba mais aqui.