wasaki@wasaki.com.br +55 41 3082 8484
Qual a principal função das balanças ferroviárias? - Wasaki Engenharia
 

Qual a principal função das balanças ferroviárias?

É conhecido que no Brasil a maior parte da rede de transporte ocorre pelas rodovias. Porém, as ferrovias possuem papel fundamental quando se trata de diversificar e otimizar o deslocamento de cargas pelo país. Desse modo, equipamentos que auxiliem na maior fluidez e automatização desse processo são fundamentais.

Um exemplo são as balanças ferroviárias, que têm sido alvo de pesquisas para seu aperfeiçoamento e implementação na malha ferroviária. Mais do que um instrumento de pesagem, são um modo de classificação e segurança para a via.

O que são as balanças ferroviárias?

São conhecidos como balanças ferroviárias os equipamentos que realizam o controle do peso de vagões e sua carga transportada. Para que uma operação esteja em conformidade com os parâmetros de projeto, elas surgem como um comprovante de que o peso não será um fator de risco e que a operação ocorrerá com qualidade e segurança. Quando se fala sobre dinamismo e aumento do número de trens circulando, sua implementação e aprimoramento é fundamental para garantir agilidade nos processos de transporte ferroviário.

Principal função

O principal objetivo desses equipamentos é realizar inspeção e verificação da pesagem de vagões e outros ativos ferroviários. A importância deles é percebida quando se observa que toda linha ferroviária é classificada de acordo com o tamanho de carga que se consegue transportar. Desse modo, mais do que uma balança propriamente dita, esse instrumento é quem garante a segurança e conformidade dos trens que por ela passam.

Formas de uso

Balanças ferroviárias são fundamentais para evitar problemas com acidentes por sobrepeso, verificando se os vagões não ultrapassam limites pré-estabelecidos. Além disso, elas possuem papel importante na garantia de que a carga combinada pelo cliente está sendo transportada sem perdas. Podem ser utilizadas com a carga parada ou em movimento, dependendo do modelo disponível no terminal de carga. Dentro das categorias oferecidas, é possível encontrar opções com maior ou menor precisão e também gasto de energia variado. Fatores como capital disponível, layout do terminal e número de cargas que passam pela balança afetam diretamente a forma como a balança será operada.

Modelos mais utilizados

Com o desenvolvimento de novas tecnologias e interesse em aumentar a taxa de transporte direcionada para a malha ferroviária, surgiu a necessidade de garantir a eficiência do sistema. Nesse contexto, são observados dois tipos principais de sistemas de pesagem:

  • Balança estática: como o nome sugere, este tipo de balança só pode ser utilizado quando os vagões, ou outros ativos ferroviários, estiverem parados. Este modelo é o mais demorado, pois é necessário que o trem seja pesado por partes, se movimentando e parando para cada pesagem. Além do mais, este deslocamento gera maior gasto energético e também requer maior mão-de-obra. Por outro lado, se os processos forem realizados corretamente, o resultado é uma medição de alta precisão.

  • Balança ferroviária dinâmica: trata-se de um modo mais moderno de realizar a pesagem. Com velocidades pré-estabelecidas por cada desenvolvedor, os vagões são pesados em movimento. Atrelado aos sensores, está um sistema eficaz de computação, que garante toda a modelagem e análise da carga. Um cuidado nesse caso é que, para garantir máxima precisão dos dados, é necessário testar a qualidade dos trilhos, lastro da via existente e dormentes.

Wasaki Engenharia

A Wasaki Engenharia está há mais de 10 anos presente na área da construção civil, unindo equipes de alto impacto com projetos de engenharia. Além de possuir processos bem definidos e estratégicos, a empresa conta com um parque de máquinas pronto para oferecer agilidade e atendimento emergencial. Dentro do seu catálogo estão obras de superestrutura e infraestrutura ferroviária.

Clique aqui para saber mais.