wasaki@wasaki.com.br +55 41 3082 8484
Quais os materiais usados na construção do lastro e sublastro? - Wasaki Engenharia
 

Quais os materiais usados na construção do lastro e sublastro?

A composição da estrutura de uma via ferroviária é um dos pontos mais importantes do projeto. A estrutura é devidamente projetada via cálculo estrutural, de forma que seja possível suportar os esforços futuros. Essa infraestrutura irá incluir lastro, sublastro, além de camadas de reforço como subleito. O conhecimento desses componentes do projeto é de fundamental importância para o desenvolvimento de uma malha ferroviária.

Outro detalhe importante é o fato de que a construção desse tipo de projeto é dividida em duas grandes etapas que são infraestrutura e superestrutura. A infraestrutura da via ferroviária inclui também as obras de arte especiais, todo o conjunto de obras de arte correntes, além das obras de terraplanagem.

A superestrutura, por sua vez, é formada pelos trilhos, dormentes, fixações dos trilhos aos dormentes bem como a camada de lastro.

Apesar de suas especificidades, superestrutura e infraestrutura estão diretamente ligadas. O resultado final da infraestrutura de uma via ferroviária impacta diretamente a estabilidade, bem como a eficiência da superestrutura. Logo, o projeto da infraestrutura deve ser desenvolvido de forma que a via ferroviária seja capaz de suportar toda a carga que será aplicada pelos trens sem que seja detectada quaisquer deformações permanentes que coloquem a via em risco.

Sublastro

O sublastro faz parte da superestrutura da via ferroviária. Ele será colocado acima da plataforma ferroviária, de forma que seja possível inserir o lastro. Logo, o sublastro tem como principal função receber os esforços que são transmitidos pelo lastro de forma a transferir essas ações dinâmicas para as regiões subjacentes do terreno.

Uma das características do sublastro é o fato de que ele é composto por material granulado. Com isso, os materiais utilizados nessa etapa do projeto podem ser obtidos em natura como, por exemplo, lateritas, solos arenosos e cascalhos ou podem ser alcançados após uma mistura de dois ou mais materiais na pista ou em usina.

Lastro

O lastro tem como objetivo a distribuição uniforme das cargas as quais serão submetidas a ferrovia. Além disso, outro ponto importante é a estabilização da via lateral, vertical e longitudinalmente. O lastro também é desenvolvido com o objetivo de amortecer os esforços dinâmicos das cargas dos trens.

Para atender essas e outras finalidades é preciso que materiais específicos sejam parte integrante do lastro. Por isso, ele é geralmente composto por rocha triturada – pedras britadas, que são extraídas de rocha dura. A principal característica da rocha que será utilizada como lastro é a resistência de ruptura por compressão.

Portanto, as principais rochas trituradas no Brasil com essa finalidade são: quartzito, gnaisse, basalto e granito. O quartzito possui resistência de até 2.000 kg/cm² enquanto que as demais rochas citadas possuem resistência no intervalo de 1.000 a 2.000 kg/cm².

Outra especificação importante das rochas trituradas que compõem o lastro é o formato. Quanto mais próximo de um cubo, melhor será para o projeto. O formato de cubo é aquele que permite um maior grau de atrito às rochas trituradas e contato entre as partículas, ou seja, garante a melhor estabilidade.

Wasaki Engenharia

Com mais de 10 anos no mercado de soluções em engenharia, a Wasaki Engenharia é referência no mercado. Processos desenvolvidos pensando na eficiência e melhores soluções disponíveis, além de equipe multidisciplinar com objetivo de chegar ao melhor custo benefício para o cliente. Diversidade nos setores de atuação além de projetos preocupados com a sustentabilidade são outros diferenciais da Wasaki Engenharia.

Clique aqui e saiba mais.