wasaki@wasaki.com.br +55 41 3082 8484
Quais as diferenças entre laje, pilar e viga? - Wasaki Engenharia
 

Quais as diferenças entre laje, pilar e viga?

Ter segurança em um projeto envolve mais do que escolher os componentes estruturais corretos.

Os elementos estruturais de uma edificação garantem o apoio e a estabilidade que uma obra precisa. Eles são escolhidos de acordo com a carga necessária de sustentação e são definidos logo na etapa inicial de projeto, pois servem de base para os demais componentes. Normalmente, se faz uso do sistema laje-viga-pilar para criar uma sólida superestrutura, que iniciará as construções acima do solo e suportará todo o peso aplicado na sequência.

Para isso é necessário ter em mente a quantidade de cargas permanentes, compostas por elementos da própria construção, e de cargas acidentais, como pessoas e automóveis. Também é o momento de alinhar expectativas quanto a estrutura do imóvel, como quantidade de pisos, necessidade de cobertura e outros fatores que envolvem adição de revestimentos, pisos e paredes e geram maior sobrecarga para a superestrutura. Desse modo guiar a obra com menos surpresas e adaptações pelo caminho.

Embora pareçam ser peça chave para toda propriedade, um desses elementos estruturais é dispensável para a estabilidade de uma edificação. Neste artigo é possível encontrar mais detalhes sobre o fundamento construtivo de lajes, vigas e pilares, bem como a diferença entre cada estrutura e sua principal finalidade em uma obra.

Pilares

São colunas simples posicionadas na vertical, que possuem a função de transmitir toda a carga recebida pela estrutura para a fundação, chegando essa até o solo. Dessa forma, os pilares sustentam todo o conjunto e são primordiais para a segurança de uma edificação, sendo colocados nos cantos das paredes e com distância mínima usual de três metros entre si. A diferença de colunas e pilares está no fuste, parte intermediária entre o capitel e a base. Enquanto no primeiro caso é encontrada uma forma mais robusta e de formato arredondado, o segundo possui dimensões menores e fuste quadrangular ou poligonal.

Vigas

Na sequência do pré-dimensionamento estrutural, as vigas são colocadas normalmente entre dois pilares na parte mais alta de sua construção. São utilizadas em horizontal e distribuem a força recebida pela estrutura para as colunas, dividindo o peso. Também servem de base para as lajes e são importantes elementos para aplicação de cisalhamento e flexão. Desse modo estão presentes nos mais variados portes de construção. Para dar forma às vigas, pode ser utilizado o sistema de caixaria, que utiliza tábuas de madeira amarradas entre si e feitas com muita técnica para que a estrutura formada esteja correta. Porém, o mais comum é o uso de bloco canaleta, que é carregado com concreto.

Lajes

A laje é um elemento construído na horizontal e que possui como diferenciais sua composição e dimensão. É posicionada sobre as vigas e tem a responsabilidade de suportar as cargas que aplicam cisalhamento a partir da criação de diferentes pavimentos. Além disso, as lajes podem conferir mais atributos à construção, como o isolamento térmico ao se utilizar isopor em sua estrutura.

Outros materiais comumente empregados são o concreto armado e o material cerâmico. Apesar da importância demonstrada, a laje não é um item obrigatório na construção e é utilizada quando se deseja verticalizar a obra e/ou garantir proteção térmica e acústica.

Wasaki Engenharia

Ter segurança em um projeto envolve mais do que escolher os componentes estruturais corretos. Uma equipe qualificada deve ser o primeiro ponto a se buscar para ter eficiência, agilidade e ótima performance.

A Wasaki Engenharia possui mais de 10 anos de experiência na construção civil, guiando soluções para rodovias, ferrovias e outros serviços de engenharia.

Para saber mais sobre os segmentos de atuação da Wasaki Engenharia clique aqui.